Início » Poá inicia ação de combate à dengue com a Avaliação de Densidade Larvária

Poá inicia ação de combate à dengue com a Avaliação de Densidade Larvária

by Prefeitura de Poá

Vistoria às residências será realizada até o final deste mês de abril; o município registrou seis casos confirmados de dengue desde o início de 2023

A Secretaria de Saúde de Poá, por meio Departamento de Vigilância em Saúde, iniciou nesta segunda-feira (03/04), a ação de Avaliação de Densidade Larvária (ADL). O objetivo é vistoriar residências e coletar amostras de larvas do mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão da dengue, zika vírus e chikungunya. Expectativa é visitar aproximadamente 1200 residências em diversos bairros da cidade até o final do mês de abril.

De acordo com o diretor do departamento, Leonardo Barbosa Garcia, até o momento a equipe já percorreu os bairros Calmon Viana e Jardim Nova Poá. “A equipe começou nesta semana a visitar os domicílios e realizar a coleta das amostras de larva do mosquito Aedes Aegypti. A ação é fundamental para conseguirmos mapear as áreas com maior índice de proliferação do mosquito transmissor e traçar estratégias para minimizar os casos de doenças como dengue, zika vírus e chikungunya”, explicou o diretor.

A ação irá abranger bairros como Jardim São José, Vila Varela, Vila Jaú, Vila Pereta, Centro, Vila Amélia, entre outros. “Nosso foco é identificar os pontos mais críticos da cidade e orientar os munícipes acerca dos cuidados que devem ser tomados. Precisamos eliminar a raiz do problema, sendo nesse caso, os focos de proliferação, somente dessa forma conseguiremos manter o baixo número de casos das doenças decorrentes do mosquito”, frisou o chefe da Pasta, Alexandre Provisor.

Até o momento, o município de Poá confirmou seis casos de dengue, desde o início de 2023. “O levantamento dessas informações irá possibilitar que nossas equipes atuem diretamente em locais específicos do município. Vale ressaltar que a população precisa fazer sua parte e tomar cuidados como, por exemplo, não jogar lixo em terrenos baldios, manter caixas d’águas fechadas, encher pratos de plantas com areia, entre outros”, reforçou Leonardo.

Foto: Secom –Poá