Início » Departamento de Habitação alerta sobre contatos feitos por WhatsApp

Departamento de Habitação alerta sobre contatos feitos por WhatsApp

by Prefeitura de Poá

O departamento comunicou que não realiza nenhum tipo de atendimento por grupos no aplicativo de mensagens, apenas presencialmente

O Departamento de Habitação de Interesse Social, da Secretaria de Obras Públicas, alerta os cidadãos poaenses que não faz nenhum tipo de contato via aplicativo de mensagem. Essa semana, o setor recebeu denúncias sobre a criação de grupos no WhatsApp, que estão solicitando informações pessoais para a regularização fundiária das residências no município.

O diretor do Departamento, Antonio Carlos, explica que a unidade não disponibiliza nenhuma informação e nem solicita o envio de qualquer documentação pelo WhatsApp. “Estamos realizando nos últimos meses a regularização de centenas de imóveis por meio do programa Regulariza Poá, com o trabalho incansável do nosso departamento, conseguimos dar aos moradores a segurança de possuir as matrículas de suas casas. Entretanto, reforço que os atendimentos são efetuados apenas presencialmente e quaisquer outras dúvidas a população deve entrar em contato conosco diretamente”, explicou.

“Com o apoio da prefeita Marcia Bin e os investimentos da nova gestão, os moradores dos bairros Vila Eureka, Ararat e General já conseguiram adquirir as matrículas de seus imóveis, por isso, com intuito de manter esse bom ritmo é necessário informar a população para que não haja transtornos durante o trâmite dos processos”, apontou o secretário de Obras Públicas, Ricardo Leão.

Os moradores dos bairros Jardim Medina, Vila Lúcia e Vila Varela são os próximos que podem realizar o cadastro para iniciar o processo de regularização fundiária. Os documentos necessários são: xerox do RG e título de eleitor; se solteiro, a certidão de nascimento; se casado, a certidão de casamento, se divorciado, certidão de casamento com o averbação do divórcio; se viúvo, certidão de casamento, com averbação de óbito; comprovante de endereço; espelho de IPTU; contrato de compra e venda; RG e CPF do cônjuge.

FOTOS: Ronaldo Andrade – Secom Poá